E as Mudanças são sempre bem vindas!

Já dizia Raul Seixas: "prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo".

Este ano percebi que precisava mudar alguma coisa no meu trabalho, por estar me sentindo cansada dos produtos e aromas que desenvolvi até agora. Foi quando surgiu alguém me perguntando se eu não faria um creme e um perfume que fosse 100% natural com um aroma de rosas cítrico. A pessoa foi bem específica e eu achei bem interessante a forma como ela descreveu o produto que estava querendo. Tentei explicar que não trabalhava com óleos essenciais, mas ela se manteve insistente porque gostava muito dos meus produtos. Achei engraçado isso ter acontecido num momento assim tão específico, quando eu estava questionando um pouco o meu trabalho e faz-me entender que eu precisava de novo caminho. Resolvi aceitar o desafio.

Outra coincidência foi que, nesse mesmo tempo, olhando álbuns de fotografias, lembrei-me de uma perfumaria tinha conhecido há muito tempo em Londres... o lugar era fantástico! Lembrava uma farmácia de manipulação antiga. Os rótulos dos produtos eram bem simples, pareciam escritos com máquinas de escrever e as embalagens lembravam vidros de remédios. Olhando aquelas fotos, senti que o momento era de mudança, de renovação.

Fui buscar meus livros, anotações, coisas que eu nem me lembrava que tinha e nesse processo muitas lembranças surgiram juntamente com o aroma dos óleos essenciais: a farmacognosia, o cheiro do laboratório de princípios ativos naturais, as colunas de extração, aquele aroma aldeídicos das plaquinhas de cromatografia, as estruturas químicas... e num passado mais longínquo, as brincadeiras de criança com álcool e folhas para extrair clorofila e fantasiosamente, fazer perfumes! Estranhamente, eu brincava disso quando criança! Essas coisas todas tinham ficado perdidas no tempo! Esse resgate tem sido mágico.

Tenho percebido que ao mesmo tempo que retorno ao mundo farmacêutico, resgato também a minha criança e ao preparar as diluições dos óleos essenciais, tenho me sentido um pouco perfumista, um pouco farmacêutica e um pouco criança. Toda essa nova criação, os estudos, as novas fórmulas tem vindo no seu tempo, sem pressa, encaixados na minha rotina e com tudo aquilo que eu já faço. É assim que tem que ser a vida! É assim que eu quero que seja.

E os produtos? O trabalho com óleos essenciais tem mudado opiniões minhas que antes eram bem rígidas e admito que apesar da fixação do aroma na pele e no ambiente deixar muito a desejar, a riqueza etérea das notas aromáticas desses óleos e absolutos são encantadoras, surpreendentes, resgatam memórias e os perfumes que tenho criado de forma um tanto amadora estão ficando, para mim, maravilhosos!

0 visualização

Showroom: Casa Amarela - Rua José Martins 603, Barão Geraldo (próximo a Praça do Coco). Campinas - SP, CEP: 13084-175