Shampoo - componentes condicionantes

A maioria dos agentes tensoativos, detergentes utilizados nos shampoos apresentam uma certa agressividade, em maior ou menor grau, por mais suaves e naturais que sejam. Para evitar, ou reduzir esse efeito negativo recorre-se ao emprego de substâncias sobreengordurantes, condicionadoras, ou suavisantes.

Algumas matérias primas utilizadas para esse fim são as seguintes:

  1. As alcanolamidas do ácido graxo de coco (amida 90) são utilizadas com essa finalidade, mas não conseguem resolver o problema completamente.

  2. A lanolina pode ser utilizada como suavizante, mas mesmo em pequenas quantidades (0,5 - 1%), reduz fortemente o poder espumante do shampoo. Uma alternativa a isso seria o uso da lanolina etoxilada, que não afeta a espuma, tem efeito suavizante bem apropriado.

  3. Os álcoois graxos, como o monoestearato de glicerila, o monoestearato de etilenoglicol e o diestearato de etilenoglicol além do efeito suavizante, também conferem ao shampoo efeito perolado. Essas substâncias tem afinidade pelos fios de cabelo, protegendo-os do efeito dos detergentes durante a lavagem. Pequenas quantidades (0,25 - 1,25%) já são suficientes para promover esse efeito condicionante aos cabelos.

  4. Os silicones são muito utilizados por terem um excelente efeito condicionante, mas cima de 0,25% podem atuar como inibidores de espuma. Em shampoo, o silicone utilizado é o dimeticone copoliol, que é o silicone solúvel em água.

  5. O poliquartenium 10 apresenta excelente condicionamento aos fios com efeito lubrificante. Melhora a penteabilidade dos cabelos úmidos e apresenta propriedades antiestáticas (diminui o arrepiado dos cabelos e a eletrecidade dos fios secos). Age formando um filme sobre os fios, por isso, auxilia na restauração das pontas quebradas, aumenta a lubrificação e o corpo dos fios, mas tem o inconveniente de deixar resíduos. Assim, com o uso prolongado pode dar a sensação de cabelos pesados.

  6. O poliquartenium 7 também age por depósito, contribuindo assim para lubrificação dos fios.

  7. A goma guar quaternizada é um polímero catiônico derivado de vegetais , considerado agente de condicionamento e espessamento, promove maciez aos cabelos, sem engordurá-los. Sua estrutura catiônica faz com que sejam rapidamente absorvidas pelos fios, reduzindo a porosidade e/ou formando um filme de proteção e impermeabilização, que aumenta a resistência e elasticidade. Confere grande maciez e excelente condicionamento. Comparado ao poliquartenium 10, apresenta melhor penteabilidade aos cabelos úmidos e demora mais para deixar resíduos sobre os cabelos.

Como pode ser percebido, a maioria dos agentes condicionantes agem formando filme, depósido sobre os fios dos cabelos. Isso acaba deixando os cabelos pesados com o uso frequente. É por isso que muitas vezes o consumidor é levado a trocar de shampoo periodicamente, ou a usar um shampoo anti-resíduos, que nada mais é que um shampoo sem nenhum agente condicionante. Os shampoos anti-resíduos possuem formulações simples e devem ser utilizados apenas periodicamente, pois tendem a ressecar os cabelos com o uso frequente.

15 visualizações

AROMA DI PAOLACNPJ: 20.797.016/0001-84

Ponto de venda: CASA AMARELA - Rua José Martins 603, Barão Geraldo (próximo a Praça do Coco). Campinas - SP, CEP: 13084-175