Cosméticos e seus componentes

Atualizado: 26 de Mar de 2019


Vamos falar sobre os componentes de uma formulação cosmética?


Para começar a desenvolver um cosmético, seja para dar de presente, por curiosidade, ou para si mesmo é importante saber para que serve cada componente.

Usualmente, pode-se agrupar os componentes utilizados em uma preparação cosmética em:

  • água;

  • umectantes;

  • matéria graxa;

  • espessantes hidrofílicos;

  • tensoativos;

  • conservantes;

  • corantes;

  • fragrância.

Água

  A água é um dos componentes mais importantes de uma preparação cosmética. Por isso, é imprescindível que ela seja pura, isenta de sais minerais e de matéria orgânica.

  Na verdade, pode-se dizer que a água possui os seguintes grupos de contaminantes:

  • materiais dissolvidos: gases, substâncias inorgânicas e materiais em suspensão: algas, areias, argilas, óleos, etc;

  • microorganismos: considerado o contaminante mais significativo, principalmente se forem patogênicos.

  A presença desses contaminantes podem gerar uma série de problemas em uma preparação cosmética, que vão desde o risco à saúde do consumidor, o que é muito sério, à instabilidade da preparação.

  Para produzir água pura, os métodos mais comuns são: destilação e deionização por troca iônica.

  A água produzida por destilação é a mais pura que se pode obter. Pode ser considerada estéril por um determinado tempo (um dia, normalmente) dependendo do recipiente onde for armazenada e se estiver protegida do ar ambiente. As desvantagens desse processo são o desperdício de água potável e o alto consumo de energia.

  A água deionizada é obtida pelo processo de deionização, ou seja, processo de remoção de íons por um sistemas de resinas de troca iônica. Serão removidos os íons (cátions e ânios) dissolvidos, sílica (SiO2), gás carbônico (CO2) e também bactérias, mas não se pode garantir uma água estéril. É um processo rápido, econômico, onde não se tem desperdício de água.


Umectantes

  Umectantes são substâncias higroscópicas, que têm a propriedade de absorver umidade do ar. Dependendo da substância, ela poderá absorver mais ou menos umidade.

  Os umectantes são incluídos nas formulações cosméticas com o objetivo de evitar a dessecação na superfície do produto pelo contato com o ar, ou seja, formação de uma "nata" na superfície.

  Outra função, é a formação de de uma película umectante sobre a pele, favorecendo sua hidratação.

  A presença dos umectantes para evitar a dessecação da preparação é importante, mas a vedação adequada também contribui e é indispensável, até para evitar contaminação do produto.

  Exemplos de umectantes: Lactatos (lactato de sódio, amônio), propilenoglicol (ou propanediol, quando de origem vegetal), polietilenoglicol, glicerina, sorbitol, etc.


Matéria graxa

Podem ser líquidos (óleos), ou sólidos (manteigas e compostos sólidos com aparência cerosa). São substâncias com características emolientes para pele. São extremamente importantes nas emulsões cosméticas (cremes e loções), sendo que a matéria graxa sólida tem também a função de dar consistência aos cremes e loções. Monoestearato de glicerila, álcool cetoestearílico, álcool cetílico, ácido esteárico são exemplos de matéria graxa sólida e óleos (amêndoas, macadâmia, etc), triglicerídeos do ácido cáprico caprílico, miristato de isopropila são exemplos de matérias graxas líquidas.


Espessantes hidrofílicos

  São substâncias que tem a característica de entumecer em presença de água, aumentando a viscosidade e dando estabilidade ao sistema. Dependendo da sua concentração, podem adquirir a consistência de gel.

  Os espessantes hidrofílicos podem ser de origem natural ou sintética.

  Exemplos: Gomas (goma guar, goma xantana), alginatos, derivados da celulose (carboximetilcelulose - CMC, hidroxietilcelulose - Natrosol), argilas (bentonita, veegun), resinas sintéticas (polivinilpirrolidona - PVP, ácido poliacrílico - Carbopol).


Tensoativos

  São substâncias que apresentam em sua estrutura molecular grupos hidrofílicos e lipofílicos, tendo a capacidade de alterar a tensão superficial de um sistema. São também conhecidos como surfactantes e podem ser aniônicos, catiônicos, não iônicos e anfotéricos.

  A capacidade de reduzir a tensão superficial conferem aos tensoativos propriedades importantes de detergência, espuma, emulsificação e solubilidade.


Conservantes

   As preparações cosméticas estão sujeitas à contaminação por bactérias e fungos e os conservantes são substâncias que adicionadas aos produtos cosméticos tem a função de preservá-los dos danos causados por microrganismos durante a estocagem, ou mesmo contaminações acidentais produzidas pelos consumidores durante o uso. Existem pesquisas relatando o prejuízo que alguns conservantes podem trazer a saúde e ao meio ambiente, como é o caso dos parabenos. Mas hoje há conservantes naturais que preservam o produto e ainda podem ter ação emoliente. São produtos multifuncionais que encarecem o produto final, mas são uma boa alternativa para


  Antioxidantes:

  São substância que inibem, ou bloqueiam o processo de oxidação (rancificação) dos ingredientes orgânicos (material graxo) presentes nas preparações. Exemplo: BHT, óleo resina de alecrim (natural).


Sequestrantes:

  São agentes quelantes. Atuam sequestrando de metais que podem estar presentes na formulação e com isso tendem a aumentar a eficácia dos conservantes por remover cátions importantes e necessários à atividade de membrana dos microrganismos. Exemplo: EDTA.


Fragrância

Devem ser estáveis e compatíveis com a formulação. Podem ser de origem sintética, ou natural (óleos essenciais, absolutos) e no rótulo dos produtos estarão com o nome de parfum, ou fragrance, independente de serem de origem natural, a menos que o fabricante coloque o nome de todos os óleos essenciais e absolutos que foram utilizados para compor o aroma. Como a combinação as vezes é extensa, coloca-se apenas parfum ou fragrance.


Corantes e Pigmentos

Tem a função de colorir a preparação e podem ser de origem natural ou sintética. Nos dois casos estarão descritos no rótulo com o "número color index" (C.I.). Exemplos: amarelo tartrazina C.I. 19140, azul brilhante C.I. 42090, clorofila C.I. 75810, beta caroteno C.I. 40800, óxido de ferro vermelho C.I. 77491.

Os corantes são solúveis (em água, ou em óleo) e os pigmentos são insolúveis (óxido de ferro, dióxido de titânio).


Ativos

São os componentes que tem alguma função de tratamento, como por exemplo, ureia, extratos vegetais, vitaminas, etc.


Basicamente, esses são os componentes de uma preparação cosmética, lembrando que nem todas as preparações irão apresentar todos eles ao mesmo tempo e é a combinação ideal e balanceada desses componentes que irão garantir a qualidade do produto final.

0 visualização

Showroom: Casa Amarela - Rua José Martins 603, Barão Geraldo (próximo a Praça do Coco). Campinas - SP, CEP: 13084-175